domingo, 11 de dezembro de 2011

Arrumando a casa

Então pessoas, essa semana foi a semana da virada. papai e mamãe finalmente se mudaram. Segunda foi a mudança deles. Pra ser bem Maria do Bairro, acordei na manhã de segunda com minha mãe na minha cama, me abraçando e chorando... Nossa, odeio vê-la chorar, meu coração parte total.  Conversei um pouco com ela, expliquei o motivo, a vontade, e ficou ela melhor... 

Então resolvi ir ao trabalho um pouco mais tarde (graças a Deus minha chefe compreendeu) e dei aquela força à mudança dos coroas. Mas só comecei mesmo arrumar minha nova vida na quinta a noite, já que os outros 3 dias anteriores estive viajando a trabalho. Claro que dei o meu melhor lá, mas a cabeça estava aqui em casa e nas mil e uma coisas que tinha para organizar...

Quando cheguei de viagem, a primeira coisa que fiz foi arrumar minha sala... Oh vontade de ver como ficaria a minha sala arrumada com a Árvore de Natal que comprei montada. Nossa, se querem uma sugestão, só comprem uma árvore com 450 galhos se vc tiver saco para abrir os galhinhos todos. hehehe... Fiquei até meia-noite e meia abrindo galho, colocando pisca-pisca, bola, laço... E a tal da árvore era tão maior que eu imaginava que tive que comprar mais enfeites na sexta. Mas ficou linda né não?

Na sexta não rolou fazer muita coisa, fui nos pais, pq mamãe já tava morta de saudade e depois maromba, pq eu que já tava morto de saudade de malhar, a semana toda viajando ai a academia ficou de lado... Depois uma cervejinha com o pessoal da academia, pq precisa relaxar tbm né? kkkkkkk

Já no sábado... carai... rs... Desmonta guarda-roupa, monta guarda-roupa (graças a Deus existe o Valter montador pra isso, quem for do Rio, indico total) Joga coisa fora, nossa, como acumulamos bagulhada... Compra gás, liga gás, ok, quem fez isso pra mim foi o cara que entregou o gás, compra água... ufa... Terminei beeeem tarde, com total sensação de dever cumprido. Balada? Nada, só um pc e morcegar na internet para descansar a mente...

Depois de descansar a mente, resolvi procurar na internet a música que minha mãe falou que lembra de mim! Nossa, pra que? rs... Minha família é assim, só no golpe baixo. Ouvi a música, lembrei dela, dos 28 anos que a tive do meu lado todos os dias e não consegui parar de chorar durante umas meia-hora, ouvindo a música no replay! Nossa, como amo aquela mulher. Como quero que tudo dê certo para ela se orgulhar de mim... Fui mandar para , um amigo meu, que tava on no face, ai ficou ele lá da casa dele chorando e eu da minha, belo final de dia né? hahahaha... Ouve ai não tem como não se emocionar.


ps.: Foi mal se está muito "Meu querido Diário" esse blog, mas minha idéia é registrar minhas memórias mesmo... Quem não curte, sorry! Mas é a idéia! Nos próximos posts vou falar de como é incrível, a cada minuto descubro que tá faltando algo que preciso ter em casa mas ainda não tenho e do que comprei e quanto deu minha primeira compras de alimentos e itens de higiene, e mostrar um pouco de como tem ficado a casa! Acompanha ai! ;-)

6 comentários:

kbritovb disse...

hahah relaxa
qualquer blog sempre tem um poko de diário ou memorias =]

Mau Santos disse...

Pior que chegar me casa e não ter a comidinha da mamãe esperando, é aquele silêncio ensurdecedor de todos os dias, mesmo que você esteja escutando rock no último volume. Já passei por isso e te digo: sossego é sempre uma delícia pra quem gosta, mas, às vezes é meio deprimente. Dá pra sobreviver.

Fernanda Amylice disse...

Eu penso em morar sozinha. Não agora porque ainda tô no primeiro ano da faculdade e aí já viu né.. dinheiro nenhum.

Gostei da idéia do blog, com o tempo vc podia ir falando também de como vão se administrando as finanças e tudo mais.

Anyway, gostei do espaço aqui. Sucesso ;)

Marcus Alencar disse...

E ai, cá estou mais uma vez aqui comentando no seu blog. Então, cara, não se preocupe com o tom ``meu querido diário`` até porque, e eu acho que você disso muito bem, quando os blogs começaram a grande maioria era assim e não tem nenhum mal nisso pois a partir do momento que você compartilha sua experiências através dos textos você também dá aos outros a oportunidade de refletir sobre o assunto e de também se identificar como foi mais ou menos comigo e o meu texto novo que, por um caso, acaba até tendo a ver a com idéia do seu blog.

Enfim, acredito que cada passo será uma história diferente pra você e tudo trará um aprendizado, será uma informação nova por mais simples que seja o acontecimento. No caso da árvore então, não tinha como ser melhor que isso, não é? rs

Bom, sobre manter contato, te mandei um e-mail agora há pouco com os meus contatos. Espero que tenha recebido. blz?

falou, bom final de semana pra você

Djoni Filho disse...

É isso aí meu amigo, tem que compartilhar suas idéias e vida também.

Me mudei vai fazer um ano, mas não solteiro, e sim casado. Casa alugada mas se Deus quiser em breve estarei com uma própria.

Sinceramente? A minha primeira mudança foi inesquecível, pelas lembranças mesmo e porque fui parar no hospital com reação alérgica da poeira e mofo kkkkk

Agora nao acho mais graça, e espero que seja uma das minhas ultima mudanças a próxima, rs.

Well.. a minha mãe também chorou no dia que fui me mudar, haha, mas gostou sabia? Passo mais tempo com ela agora do que antes. Era um adolescente rebelde e afastado. Agora sou o filhão que mora perto e com uma esposa que tem uma sogra adorável.

Abraços

---

Confira: Faça uma coisa de cada vez e seja múltiplo - http://pactodevida.blogspot.com/2011/12/faca-uma-coisa-de-cada-vez-e-seja.html

Parcerias: http://pactodevida.blogspot.com/p/contato.html

Jan disse...

Que blog diferente! Gostei. Vou acompanhar os outros posts.
Me diverti com sua experiência montando a árvore de natal. Eu acho uma ideia pra lá de incrível essa de morar sozinho, e acho que deveria ser a meta de muitos jovens antes de casar.

www.escritaapena.blogspot.com